BRAIP ads_banner

Cirurgião plástico Dr. Josué Montedonio levanta uma pergunta intrigante: Você sabe qual é a fórmula da juventude?

Brenno Ramos
Brenno Ramos
Tempo de Leitura 2 min

O envelhecimento facial é um fenômeno inevitável, resultado de uma interação complexa entre fatores genéticos, estilo de vida e ambiente. Geralmente, os primeiros indícios desse processo surgem em torno dos 30 anos, quando a produção de colágeno e elastina diminui, provocando perda de elasticidade e firmeza na pele.

Os primeiros sinais do envelhecimento facial se manifestam através de linhas finas, rugas, perda de volume e flacidez na face, além da diminuição da elasticidade da pele.

Embora existam várias estratégias para retardar esse processo, como adotar uma dieta equilibrada, praticar exercícios regularmente, usar protetor solar diariamente e evitar o tabagismo, em certos casos, a cirurgia de lifting facial pode ser a melhor opção para alcançar resultados duradouros.

Mas quando é indicada a cirurgia?

Ela é recomendada quando há uma flacidez excessiva que não pode ser corrigida apenas com tratamentos menos invasivos. No entanto, é crucial tomar essa decisão com cautela, levando em consideração a relação única de cada pessoa com sua própria imagem.

Antes de optar por qualquer procedimento cirúrgico, é fundamental dialogar com um profissional de confiança e compreender todas as alternativas disponíveis. O momento ideal para realizar uma cirurgia é quando a pessoa se sente confortável e confiante com sua decisão.

Afinal, o mais importante é cultivar uma autoimagem positiva e sentir-se bem consigo mesmo, independentemente da idade ou das marcas do tempo. O envelhecimento é um processo natural e fazer escolhas conscientes pode permitir que envelheçamos com dignidade e confiança.

Leia também outras notícias e fique por dentro de tudo que acontece no Brasil e no Mundo.

BRAIP ads_banner

Compartilhe este artigo